Arquivo do Blog

HORÁRIOS

Atendimento na Sede Administrativa
De segunda a sexta-feira, das 08h00 às 18h00
Obs.: Não fechamos para o almoço.

VISITANTES

Tecnologia do Blogger.

REDES SOCIAIS

Ocorreu um erro neste gadget
quinta-feira, 31 de maio de 2012

NOTA DE ESCLARECIMENTO

1 – Respeitamos a autonomia administrativa do Comando da Corporação em todas as suas prerrogativas. Os atos do Comando são legais e legítimos tendo como base o Decreto 31. 793 de 2010, citado oportunamente. Caso não o fossem, certamente, como entidade de classe legalmente constituída, acionaríamos as instâncias judiciais competentes em defesa das prerrogativas das praças policiais e bombeiros militares do DF.]

2 – Quando nos referimos sobre supostas decisões autoritárias praticadas pelo Comando não afirmamos em momento algum sobre essas decisões serem ilegais. Foram decisões sim em nossa opinião autocráticas e de acordo com o dicionário on line de português, autoritárias. (Autoritário - adj; Que usa com rigor de toda a sua autoridade, que não admite contradição, etc.).

3 – A ASPRA nunca interferiu em questões referentes à gestão da Corporação, pelo contrário, sempre as respeitou. Sabemos muito bem não ser de nossa competência e interesse tal ingerência. Mas, no momento em que decisões, mesmo legais dos gestores da instituição interfiram no cotidiano das praças, prejudicando seu planejamento familiar e conseqüente qualidade de vida não nos furtaremos do nosso dever legal de opinar sobre essas decisões imperiosas.

4 – Sobre a participação do Comandante Geral em reuniões com o GDF para tratar de assuntos relativos a reivindicações por melhorias salariais para a categoria somos democraticamente favoráveis. O que não se pode é querer sobrepor e ilimitar seu papel de mediador dessa relação sempre conflituosa entre associações classistas, que defendem os interesses de trabalhadores, servidores que o são os policiais e bombeiros, e o governo. Alertamos de forma lógica e racional que o Comando tem sua atuação na negociação limitada por suas obrigações institucionais com o GDF (o patrão).

5 – Nos colocamos a disposição do Comando da corporação, de forma transparente, democrática e sincera com o objetivo de mantermos um debate em auto-nível que proporcione a nossa categoria melhorias nas condições de serviço, possibilitando com isso, melhor qualidade dos serviços de prestação segurança pública no DF.

6 – relembrando que, o Comandante-Geral é o mais “auto” representante da instituição PMDF, defendendo seus interesses institucionais. Enquanto a associações e seus representantes políticos defenderão sempre os interesses da categoria, do servidor que o é as praças policiais e bombeiros militares do DF.

ASPRA DF
“Em defesa das prerrogativas dos policiais e bombeiros militares do DF”
O governo se comprometeu com o movimento unificado através de carta assinada pelo secretário de administração Wilmar Lacerda a dar continuidade ao processo de negociação para atendimento das reivindicações da categoria. Que já estaria agendada reunião no dia 17 de maio com o governo federal com as associações. Até o presente momento essa reunião com as associações não aconteceu e não tem data para acontecer.

Diante da omissão do secretário de administração do GDF precisamos de uma nova assembléia com a categoria na Praça do Relógio para pressionarmos o governo a retomar de fato as negociações. Chega de protelação. O governo só respeita a pressão quando mais de dez mil policiais e bombeiros se reúnem na praça!

Pesquisar

Carregando...

ASSOCIE-SE

Venha fazer parte da nossa associação e lutar conosco por um futuro melhor para a nossa classe.

Maiores informações pelo telefone:
(61) 3036-1414 - Sede Administrativa

"É devagar, é devagar...

"É devagar, é devagar...

CADASTRE-SE!

SEGUIDORES

FACEBOOK